Visualizações

Alchemy

De Mystical Tales

Edição feita às 11h05min de 18 de agosto de 2011 por Tuco (disc | contribs)

(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)

center

(Alquimia)

Alquimia é a habilidade de se misturar reagentes diversos de forma a criar poções, elixires, unguentos, tônicos e outros líquidos que, quando utilizados, podem desencadear diversos efeitos, desde curar a transformar ferro em ouro.

Existem quatro formas de se produzir alquímicos utilizando materiais de laboratório e 26 reagentes, dos quais 10 podem ser misturados.


Primeiramente pra entendermos um pouco da alquimia deveremos rever alguns preceitos do Éter. O mundo, assim como todas as coisas que nele habitam e existem, são formadas por Éter em suas nove variantes possíveis, sendo o foco da alquimia extrair o éter que reside nesses materiais crescidos e imbuídos pelo éter.

As plantas são um dos reagentes usados pelos alquimistas por serem os mais providos dessas formas de éter, porém reagentes com novas propriedades ainda hão de serem descobertos e é esse um dos deveres de nos alquimistas, mais a frente listaremos os reagentes mais usados pelos alquimistas.

É hora para iniciarmos nossos estudos alquímicos, pra isso vocês irão precisar de alguns materiais. Felizmente, caso não possua os seus, nosso grupo alquímico ficara feliz em lhe fornecer.

Conteúdo

Reagentes

Reagente é a matéria-prima dos alquímicos. Existem ao total 26 tipos diferentes. Uns mais comuns, outros mais difíceis de se conseguir.

Basicamente eles se dividem em duas categorias: os misturáveis e os não-misturáveis. Para saber se um reagente pode ser misturado com outros, veja o quadro de informações. Se não disser nada a respeito, não tente misturá-lo.


Alho

left Possui propriedades de cura, serve para criação de antídotos. O alho pode ser plantado.


Asas de Morcego

left Imbuídas de éter puro, servem pra criação de poções etéreas. Muito utilizadas pelos arcanos, asas de morcego podem ser encontradas em determinados animais como o mongorcego por exemplo.

Capuz do Algoz

left Uma erva estranha e rara que não cresce à luz do dia. Geralmente obtida nos domínios Drow.


Cinza Sulfurosa

left Esse reagente serve para criar poções de explosão ou que tenham como base o fogo. Mineiros às vezes tropeçam em veios de cinza sulfurosa.


Cinza Vulcânica

left Parecida com a Cinza Sulfurosa, é branca, pura e inerte. É a cinza sulfurosa anciã, com milhões de anos de idade. Pode ser mineirada perto de vulcões ou achada em regiões com lava aparente.


Coração de Dragão

left Dispensa comentários do que é e de como conseguir. Serve para criar as mais poderosas poções de Hellfar.


Ectoplasma

left Este material etéreo é considerado o "sangue" dos fantasmas. É muito instável e misterioso. As vezes ele desaparece sem deixar vestígios. Pode ser conseguido utilizando uma faca de açougueiro num morto-vivo sem corpo.


Enxofre

left Uma Cinza Sulfurosa purificada, sem cinza alguma. Só os elementos realmente importantes na alquimia. Pode ser mineirada perto de vulcões ou achada em regiões com lava aparente.


Ferro-guza

left Também conhecido por Ferro Sujo, é um reagente bem escasso e é utilizado em compostos que visam causar dano por corte. Pode ser mineirado.


Frasco de Sangue

left Não é um simples frasco com sangue como aparenta. É o sangue de um nobre num frasco de cristal. Só os antigos necromantes conseguem este material.


Ginseng

left O Ginseng tem propriedades curativas. É utilizado na maioria das poções e elixires que curam ferimentos e pode ser plantado.


Madeira Morta

left Não é uma simples madeira podre: tem centenas de anos e saiu de poderosos Entes. Pode ser retirada de árvores.


Musgo Sangue

left Musgo sangue cresce em lugares pantanosos, pútridos e também dentro de alguns monstros. Para extraí-lo de monstros musguentos, utilize uma faca de açougueiro. Seu uso é comum para poções de agilidade e tônicos para a destreza.


Olhos de Morto-Vivo

left São encontrados facilmente em mortos que não estejam em um estado avançado de decomposição. Múmias e zumbis são uma boa escolha. Utilize uma faca de açougueiro para extrair. Tem propriedades que aumentam a sua capacidade de absorver dano.


Osso

left Não é um simples fêmur de uma pessoa; esse osso só pode ser extraído do corpo dos mais temíveis assassinos que o mundo já conheceu.


Osso de demônio

left Dispensa comentário do que é e de como conseguir. Serve para criar as poções mais nefastas, com os efeitos mais diabólicos e egoístas que se pode imaginar.


Pérola Negra

left Uma volta longa pelas praias é a melhor maneira para se juntar algumas dessas pérolas. Seu valor comercial é baixo, mas, para os alquimistas, a pérola negra possui efeitos regenerativos e é usada para criação de poções e elixires para aumentar o fôlego.


Poeira Fértil

left Poeira de plantações macabras de 10.000 anos. Serve para criar poções que invocam os poderes dos mais antigos seres.


Pomis

left Rocha vulcânica solidificada e aerada. É muito leve, sendo menos densa até que a água. Pode criar efeitos de anular o peso de materiais.


Raiz de Mandrágora

left Pode ser plantado facilmente nas fazendas. Essa raiz possui um gosto forte e é base para tônicos de força física.


Rocha Negra

left Rochas antigas dos primeiros vulcões que apareceram em Hellfar. Pode ser encontrada perto de vulcões.


Sangue de Dragão

left Sangue coletado em grandes batalhas contra dragões. Confere enorme poder às poções criadas com ele.


Sangue Invocado

left Sangue coagulado retirado de criaturas nefastas que foram conjuradas para Hellfar. Tem propriedades extraplanares, seja lá o que isso queira dizer.


Sombra da noite

left Um veneno que, quando ministrado corretamente, é capaz de matar. Pode-se plantar facilmente também.


Teia de Aranha

left Esse reagente só pode ser encontrado nas aranhas e em cavernas. Tem propriedades que remetem às cavernas, escuridão e falta de luz.


Vidro vulcânico

left Pode ser encontrado em regiões com atividades vulcânicas e pode conferir grande dureza a materiais.


Poções e seus nomes

Com as mais de cem poções conhecidas por nós, é interessante distinguí-las pelo nome. Muitas vezes você irá se deparar com poções desconhecidas que os aventureiros trazem das masmorras e tudo que você poderá dizer sobre elas é que ela tem uma cor. Então dizemos 'poção alva' ou 'poção alaranjada'. Para saber mais, você pode experimentar um pouco para saber que gosto tem. Então você poderá classificá-las melhor.


Tônico - Melhora o corpo e aguça os sentidos. Pode aumentar sua força, sua agilidade ou inteligência.

Elixires - São poções muito fortes capazes de cicatrizar feridas, devolver o Éter de sua mente ou seu fôlego instantaneamente.

Antídoto - Ameniza ou cura efeitos dos venenos.

Poções medicinais - Servem para cicatrizar feridas, devolver o Éter de sua mente ou seu fôlego, não são tão eficientes quanto os elixires. Pode demorar até 30 segundos para fazer efeito.

Poção danosa - Bombas, minas terrestres, venenos e poções que fazem você agir diretamente contra um oponente, como a Poção do sopro de fogo.

Poção prodigiosa - De alguma forma ela ajuda a executar um trabalho. Como abrir os canais do Éter para os magos ou aguçar os olhos dos arqueiros.

Poção de polimorfismo - Transformam seu corpo temporariamente em algum outro ser. Você normalmente herda uma ou mais características notáveis deste ser.

Poção-piada - É melhor evitar tomá-las. Pode ser humilhante.

Existe também uma classificação quanto à força das poções, que pode variar de acordo com o processo de fabricação, dificuldade e custo de materiais:

Fracas - Seus efeitos não são lá grande coisa, porém podem ser facilmente produzidas e encontradas.

Medianas - A poção de concentração média, são de efeito considerável, são as mais requisitadas por aventureiros que decidem explorar lugares em que o risco de morte não é tão alto.

Fortes - As poções fortes são as poções requisitadas pelos aventureiros mais bravos que desejam explorar o mundo e lugares ainda não habitados, seus efeitos são bem superiores ao das médias.

Concentrada - Poucos são os aventureiros que pedem por essas poções, são extremamente fortes e os aventureiros que as usam costumam se sair excepcionalmente bem em batalha, são mais duradouras, e mais potentes que as demais.

Processos alquímicos

right Você é novato na alquimia, não é? Pois bem, pegue seu livro de receitas e tome nota. Começaremos pela alquimia básica com o almofariz, avançaremos pelas misturas e vidrarias, falaremos das bancadas e, então, das receitas raras.

Existem quatro processos alquímicos. Cada um tem sua dificuldade, seus riscos, e produtos diferentes. Às vezes você pode produzir uma poção com um processo simples que pode ser melhorada com processos mais complexos.

Depois que conhecer todos os processos e conseguir manejá-los com maestria, conhecerá muitas poções, mas nunca todas. Existem algumas receitas guardadas nas entranhas da terra, no alto das montanhas e em outros planos que já foram há muito esquecidas.

Alquimia básica: O Almofariz

left O Almofariz, também chamado de gral ou morteiro, é a única ferramenta necessária para o trabalho da alquimia básica. Bons almofarizes podem ser utilizados até 150 vezes antes de se quebrarem. Se a qualidade for excepcional, passa de 200.

Ao dar um duplo click num almofariz, um menu de opções aparecerá com diversas poções. Tendo os reagentes certos e uma garrafa alquímica, é só misturar tudo.

Deste processo deriva a maioria das poções utilizadas: elixires fracos ou médios, poções medicinais, tônicos e poções danosas menores.

O tempo de preparo é rápido, o trabalho é fácil e o custo pequeno. Por isso são tão populares.

Alquimia Experimental: Misturas

Misturar dois reagentes não é tão fácil ou seguro.

O fato é que você só podera misturar a quente dois reagentes que possam ser misturados, pois não conhecemos bem como conter a força de alguns reagentes quando eles são aquecidos. No quadro de informações do reagente aparecerá se ele é misturável ou não.

Deste tipo de processo conseguimos extrair melhores resultados das poções conseguidas com a alquimia simples e ainda algumas poções excepcionais! Veja, podemos converter um tipo de metal em outro mais valioso, ou ainda poções de polimorfismo, mas é difícil acertar o ponto. As poções resultantes de misturas não são tão populares quanto as da alquimia básica, mas esteja certo de que são mais procuradas! Custam menos para se fabricar pois só usam dois reagentes. Contudo, ninguém ao certo sabe qual a fórmula de cada poção e nem a dificuldade de fabricação.

left Para inicar o processo você precisará dos seus reagentes misturáveis, seu almofariz e um par de tubos de ensaio como este.

No menu do Almofariz, selecione Moer reagente e então escolha seu reagente. Repita o processo para o segundo reagente. Não fará efeito algum misturar dois reagentes iguais.

Agora entorne seus conteúdos em uma vidraria a sua escolha. A menos que você tenha um raro exemplar do Destilador do Novato ou do Balão Meteroidal, é melhor começar com balões convencionais: eles explodem menos frequentemente.

left Agora com o auxilio de uma espiriteira como esta, aqueça sua mistura. Para tanto, coloque a espiriteira numa bancada e acenda-a com um duplo click. Agora dê um duplo click na vidraria contendo a mistura e selecione a espiriteira. Aguarde até a mistura ficar pronta.

Uma vez que a mistura estiver pronta, despeje o conteúdo em uma garrafa alquimíca ou devolva para um tubo de ensaio para utilizar mais tarde. Isso economiza garrafas.

Se você misturou dois reagentes com sucesso, você obterá uma poção. Caso contrário, você não terá nada. Já sabe quais reagentes misturar para para obter cada poção? Bem... Nem eu. Mas anoto todas as minhas tentativas num livro. Tanto as misturas que não resultam em nada quanto as que resultam em algo.

A dificuldade para terminar a mistura é a dificuldade da poção. Se você errar muitas vezes uma mistura, anote isso. Pode ser uma poção bem avançada para tentar mais tarde, com mais experiência.

Se você falhar, corre o risco de se machucar, pois as vidrarias explodem! Cada vidraria tem sua chance de falha crítica em particular. Mais raramente com balões, mais frequentemente com misturadores.

Vidrarias
Figura Nome Tempo de preparo Falha crítica (teste de Alchemy) Durabilidade máxima
AlcBalao.png Balão 90 segundos 37.5 40
AlcBalao.png Balão excepcional 60 segundos 27.5 60
AlcDesti.png Destilador 57 segundos 52.5 60
AlcDesti.png Destilador excepcional 40 segundos 42.8 90
AlcBala2.png Balão grande 45 segundos 66.5 80
AlcBala2.png Balão grande excepcional 30 segundos 56.5 120
AlcMsitu.png Misturador 25 segundos 81.0 100
AlcMsitu.png Misturador excepcional 15 segundos 71.0 150
  • Tempo de preparo é o tempo que leva para o cozimento até que você tenha um sucesso ou uma falha.
  • Falha crítica provoca uma explosão. Caso você falhe ao tentar fazer uma mistura, deverá passar neste segundo teste de Alchemy para não sofrer uma explosão. A explosão destruirá sua vidraria e causará um dano considerável em você e em quem mais estiver por perto.
  • Durabilidade máxima representa quantas vezes você poderá utilizar esta vidraria antes que ela se quebre. Varia com a skill Tinkering do fabricante.

Ainda existem algumas outras vidrarias raras que tem menor chance de explosão e maior durabilidade. Mas só os mestres sopradores de vidro têm estas receitas. São materiais bem caros!

Alquimia avançada: A Bancada

left O desenho funcional da bancada de alquimia, bem como o conjunto de seus componentes foi criado há incontáveis séculos pelo povo élfico para facilitar processos extensos e demorados para criação de poções. Não é muito simples arranjar uma destas. Se a minha se quebrasse, seria necessário achar um exímio carpinteiro e muito material. Elas são vendidas encaixotadas, mas são bem fáceis de montar.

Mas o processo de produção é muito elaborado e desgasta o material ao máximo. Por isso, em média, um tubo de ensaio é consumido para cada tentativa de se fazer uma poção. Se não há tubos de ensaio na bancada, ela se torna inútil. Mas você pode sempre abastecê-la com mais tubos de ensaio.

Deste processo saem poções tão fortes quanto às da Alquimia Experimental ou até mais! Aqui conseguimos criar até Elixires Fortes. Poções prodígio como Poção olhos de águia, Poção do engenhoqueiro ou a nefasta bomba Fogo grego são feitas nesta bancada. Apesar de não existir uma variedade de poções formidáveis tão grande quanto no processo experimental, aqui temos o livro da bancada que nos permite saber todas as possíveis fórmulas e dificuldades das poções.

Você pode utilizar a bancada invocando seu menu com um duplo click. Também pode saber a quantidade de tubos de ensaio que ainda resta nela com um simples click.

Caso a bancada não seja de propriedade pública, você pode encaixotá-la novamente pelo menu.

Alquimia oculta: Receitas secretas

Um velho uma vez escreveu que obteve sucesso no processo de criação de uma poção capaz de transformá-lo em um grande e antigo dragão cuspidor de fogo utilizando uma receita secreta. Ele também escreveu que produzia elixires que curavam e cicatrizavem totalmente suas enfermidades instantaneamente.

Receitas secretas contém as mais poderosas, temidas e desejadas poções de todo o conhecimento.

Conta-se que existem mais de 20 receitas secretas da alquimia, mas nunca achamos nenhuma.

Caso você consiga alguma, não deixe de colocar em seu livro de projetos. Talvez possa me vender uma cópia, o que acha?

Cuidados com o Material

Alguns cuidados que se deve ter quando manuseando os instrumentos alquímicos, por serem compostos praticamente todos de vidrarias, é comum se ver estudantes perdendo material por falta de cuidado. Por exemplo: evite bater, derrubar, pisar ou submeter a ações bruscas tubos de ensaio - estes costumam ser pesados. Tome cuidado para não derrubá-los, caso sua mochila esteja sobrecarregada. Se não se sentir preparado para avançar para um novo instrumento (como balões e misturadores), não se preocupe e vá com calma; caso contrário, a perda de material será grande!


Ver também

Ferramentas pessoais